sábado, 14 de novembro de 2009

Estabilidade na Crise

Técnicos formados elas Etec conquistam emprego de qualidade: entre trabalhadores 86% têm vinculo formal

Além de garantir emprego para quase 80% dos formados, os cursos ministrados nas Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) também proporcionam estabilidade profissional.
É o que mostra o relatório Egressos em número, publicado recentemente pela Área de Avaliação institucional (AAI) do Centro Paula Souza. A maioria dos Pesquisadores tem menos de 24 anos e remuneração média de até três salários mínimos (63,7%).
Segundo o levantamento, entre os técnicos que estão empregados, 86% possuem vínculo formal de trabalho – destes, 69,4% têm carteira de trabalho assinada. Além do regime CLT, consideram-se como vínculo formal as seguintes situações: autônomo regular, microempresário e servidor público.
No eixo tecnológico de Produção Industrial (que engloba cursos como Produção de Açúcar e Álcool, Calçados, Curtimento e Tecelagem) esse índice é ainda maior: cerca de 95% dos técnicos estão na formalidade, 76% deles com carteira assinada.
“Os cursos oferecidos nessas áreas são focadas nas necessidades do setor produtivo. Existe ainda a questão da oferta de profissionais especializados” avalia Almério Melquiades de Araújo, coordenador de Ensino Médio e Técnico do Centro Paula Souza.
Um exemplo dessa situação é Rodrigo Carbuloni, 24 anos, técnico em Açúcar e Álcool, ela Etec Doutor Luiz Cezar Couto, em Quatá, região de Marília. Há dois anos, quando faltavam seis meses para terminar o curso, Carbuloni foi contratado por uma empresa do ramo de biotecnologia. “Sem a formação adequada, jamais conseguiria esse emprego. O mercado e a legislação trabalhista no setor são exigentes”, diz.
A maioria dos egressos empregados tem carteira assinada – o maior percentual é em Controle e Processo Industriais (81,6%). Os eixos com maior quantidade de autônomos e microempresários são os de Infra-estrutura e de Produção Cultural e Design.
Jefferson Santana, 26 anos, Ilustra esse caso. Formou-se em Comunicação Visual na Etec José Rocha Mendes, na Capital. Há três anos, montou sua empresa de consultoria na área de Marketing e garante que os três semestre que passou na Etec foram fundamentais para o sucesso do empreendimento. “O curso superou minhas expectativas porque não me apresentou somente ás ferramentas de trabalho. Também aguçou o pensamento criativo e visão mercadológica”, conta. A satisfação foi tanta que Santana buscou colaboradores na Etec. “Nosso estagiário escolheu o mesmo curso que eu fiz”.
De acordo com o coordenador do curso de Administração da Universidade Metodista de São Paulo, Almir Martins Vieira, a estabilidade financeira traz benefícios para todos. “Influencia positivamente no desenvolvimento do estado. O cidadão empregado sem iminente ameaça de perder tal situação está apto a comprar, consumir enfim participar do cilho econômico”.

0 comentários: